O serviço de intervenção comunitária tem o objetivo de desenvolver ações de inserção sócio-profissional, mediante a conceção e a condução de programas, projetos e processos de cooperação, que visem o desenvolvimento das competências das pessoas. Baseia-se na promoção de uma cultura de participação e de trabalho em equipa e em rede, potenciando deste modo uma ação articulada, e em parceria, entre as áreas de intervenção/serviços do Centro Social de Soutelo e as entidades públicas e/ou privadas locais, regionais e nacionais.

Este serviço abrange duas medidas de inserção ativa:

- Duas Empresas de Inserção (EI) com o apoio técnico e financeiro do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP);

- Um protocolo de Rendimento Social de Inserção (RSI) celebrado com o apoio técnico e financeiro do Instituto de Segurança Social (ISS).

Estas medidas, com a vocação prioritária de combater a pobreza e a exclusão social, vão de encontro aos grandes objetivos da rede social, e já são uma realidade da intervenção social local, que buscam a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

O número de destinatários apoiados por esta área de intervenção, através dos programas mencionados, é superior a 1000 indivíduos por ano com variações quantitativas mensais.

O âmbito territorial de intervenção destes programas abrange as freguesias de Rio Tinto, Baguim do Monte e Fânzeres do Concelho de Gondomar. 

São parceiros efetivos dos programas RSI e EI o Instituto de Segurança Social, o Instituto de Emprego e Formação Profissional – Centro de Emprego de Gondomar, o Instituto de Reinserção Social, os Agrupamentos Escolares, as Escolas Básicas e Secundárias, os Centros Novas Oportunidades, as Associações Locais, entre outros.

Projetos já realizados: Projeto interagir, Clique SolidárioSIQ e Participar(es).